Histórias de Maréia

Miriam Alves. Maréia. Malê, 2019. A literatura brasileira de autoria feminina e negra se faz muito importante no cenário editorial brasileiro. Não existe um verdadeiro Brasil sem essas contribuições, por mais que, em números, isso ainda seja insuficiente. Como grande intérprete da história do Brasil, Miriam Alves nos presenteou com uma obra que, com precisão... Continuar Lendo →

Niketche: uma história de aprendizado

Paulina Chiziane. Niketche – Uma história de poligamia. Companhia de Bolso, 2021. “Qualquer dia me pedem para segurar as rédeas do mundo. Segurar os raios de sol. Segurar uma rajada de vento. Para as mulheres o eterno conselho é: segura, fecha, cobre, esconde. Para os homens é: larga, voa, abre, mostra – pode alguém compreender... Continuar Lendo →

Aprendendo as regras do racismo

Nestes dias, pensei em como a ficção, de uma maneira mais livre, consegue representar a realidade e como, por esse motivo, conseguimos nos identificar com as situações vividas pelos personagens literários. Cara leitora, você irá entender as vivências pelas quais passamos ao longo dessa vida; e nós, mulheres negras, carregamos marcas e cicatrizes internas que... Continuar Lendo →

Vermelho vivo

Patrice Lawrence. Cores vivas. Darkside, 2019. Cores vivas veio à luz como romance de estreia da escritora e jornalista Patrice Lawrence, membro de uma família ítalo-trinitária residindo na Inglaterra, formada em escrita para cinema e TV. A escrita de Lawrence voltada para o público infanto-juvenil rendeu-lhe alguns prêmios, como o The bookseller YA book prize.... Continuar Lendo →

Pelos olhos de Blanche

Barbara Neely. Blanche em apuros. Darkside, 2022. Barbara Neely é uma romancista e ativista dos direitos das mulheres nascida em Pittsburgh, nos Estados Unidos, em 1941. Formada em gestão de negócios, planejamento urbano e escrita criativa, Barbara é autora da premiada série de livros “Blanche on the lam”. O livro Blanche em apuros, lançado pela... Continuar Lendo →

Essa dama bate bué!

Yara Nakahanda Monteiro. Essa dama bate bué! Todavia, 2021. A publicação do romance Essa damá bate bué! marcou a estreia de Yara Nakahanda Monteiro no cenário contemporâneo das literaturas de Língua Portuguesa. A autora nasceu em Huambo, na Angola, mas cresceu e foi educada formalmente em Lisboa, Portugal. Esse trânsito entre os dois países revela... Continuar Lendo →

O jardim de reflexões de Djaimilia

Djaimilia Pereira de Almeida. A Visão das Plantas. Todavia, 2020. Djaimilia Pereira de Almeida é um dos nomes de referência da literatura portuguesa na atualidade. Autora de Esse Cabelo; Luanda, Lisboa, Paraíso (vencedor do prêmio Oceanos em 2019) e Pintando com o Pé, entre outras obras, Djaimilia e sua escrita atravessam mundos; seus livros se... Continuar Lendo →

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑