Repensando a nossa prática feminista

Audre Lorde. Irmã Outsider: ensaios e conferências. Autêntica Editora, 2019. Irmã Outsider é uma obra cujo título prenuncia as reflexões a partir da perspectiva de alguém que não está dentro dos padrões aceitáveis pela ótica racista e patriarcal das sociedades ocidentais – padrões que a autora da obra, Audre Lorde, chama de “norma mítica”, que... Continuar Lendo →

Ó pa í, prezada!

Carla Akotirene. Ó pa í, prezada: racismo e sexismo institucionais tomando bonde nas penitenciárias femininas. Pólen, 2020. Carla Akotirene é formada em Serviço Social e integra o quadro de docentes da Universidade Federal da Bahia (UFBA), centralizando seus estudos sobre racismo e sexismo institucionais. Também atua na Saúde Municipal, atendendo mulheres vítimas de violência doméstica.... Continuar Lendo →

Programa LetrasPretas: Glória Maria, a repórter pioneira (T3E10)

No último episódio da terceira temporada, as integrantes do LetrasPretas conversam sobre Glória Maria. Repórter, jornalista, apresentadora, Glória quebrou paradigmas ao se tornar a primeira repórter negra a realizar uma transmissão ao vivo e a cores na televisão brasileira. Responsável por cobrir momentos históricos do mundo e entrevistar as grandes celebridades, Glória é uma referência... Continuar Lendo →

Preta e acadêmica

Durante o ensino médio, por fazer parte de turma com foco em concursos militares, eu estudei muita física, química e matemática. Apesar de sempre serem associadas a números, essas matérias também têm uma parte teórica pesada. E, quando estudamos as teorias, também estudamos os homens que as criaram. “Homens, Mahara?? Só homens?? Você não está... Continuar Lendo →

As plurais mulheres do Cariri

Jarid Arraes. Redemoinho em dia quente. Alfaguara, 2019. Redemoinho em dia quente é a obra mais recente da cordelista, escritora e poeta Jarid Arraes, autora dos livros Um buraco com o meu nome, As lendas de Dandara e Heroínas negras brasileiras em 15 cordéis – todos já resenhados aqui no blog. Lançada pelo selo Alfaguara,... Continuar Lendo →

A democracia da abolição

Angela Davis. A democracia da abolição: para além do império, das prisões e da tortura. Tradução de Arthur Neves Teixeira. 3ª ed. Difel, 2019. Angela Yvonne Davis é reconhecidamente uma das maiores referências dos movimentos igualitários, especialmente no que tange questões de raça e de gênero. A ex-colaboradora dos Panteras Negras compartilhou com o mundo... Continuar Lendo →

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑