Histórias de Maréia

Miriam Alves. Maréia. Malê, 2019. A literatura brasileira de autoria feminina e negra se faz muito importante no cenário editorial brasileiro. Não existe um verdadeiro Brasil sem essas contribuições, por mais que, em números, isso ainda seja insuficiente. Como grande intérprete da história do Brasil, Miriam Alves nos presenteou com uma obra que, com precisão... Continuar Lendo →

Niketche: uma história de aprendizado

Paulina Chiziane. Niketche – Uma história de poligamia. Companhia de Bolso, 2021. “Qualquer dia me pedem para segurar as rédeas do mundo. Segurar os raios de sol. Segurar uma rajada de vento. Para as mulheres o eterno conselho é: segura, fecha, cobre, esconde. Para os homens é: larga, voa, abre, mostra – pode alguém compreender... Continuar Lendo →

Sobre estudar grego sendo negra

Minha vida acadêmica começou em 2019, quando decidi cursar Letras, habilitação Português/Grego. Essa foi a melhor escolha que fiz: estar na UERJ com 17 anos foi algo grandioso, e é muito bom olhar para trás e ver que tive tantos professores que me apoiaram nessa caminhada; mas agradeço, principalmente, a mim, que tive maturidade suficiente... Continuar Lendo →

Aprendendo as regras do racismo

Nestes dias, pensei em como a ficção, de uma maneira mais livre, consegue representar a realidade e como, por esse motivo, conseguimos nos identificar com as situações vividas pelos personagens literários. Cara leitora, você irá entender as vivências pelas quais passamos ao longo dessa vida; e nós, mulheres negras, carregamos marcas e cicatrizes internas que... Continuar Lendo →

Conhecimento para quem?

Neste semestre, na faculdade, resolvi cursar a disciplina eletiva “Literatura afro-americana”; de longe, digo que é uma das melhores matérias que já cursei ao longo destes anos – tanto por amar a literatura norte-americana quanto pela oportunidade de estudar e conhecer escritoras pretas. No entanto, não pude deixar de sentir determinado incômodo enquanto cursava a... Continuar Lendo →

Vermelho vivo

Patrice Lawrence. Cores vivas. Darkside, 2019. Cores vivas veio à luz como romance de estreia da escritora e jornalista Patrice Lawrence, membro de uma família ítalo-trinitária residindo na Inglaterra, formada em escrita para cinema e TV. A escrita de Lawrence voltada para o público infanto-juvenil rendeu-lhe alguns prêmios, como o The bookseller YA book prize.... Continuar Lendo →

Pelos olhos de Blanche

Barbara Neely. Blanche em apuros. Darkside, 2022. Barbara Neely é uma romancista e ativista dos direitos das mulheres nascida em Pittsburgh, nos Estados Unidos, em 1941. Formada em gestão de negócios, planejamento urbano e escrita criativa, Barbara é autora da premiada série de livros “Blanche on the lam”. O livro Blanche em apuros, lançado pela... Continuar Lendo →

A nascente poética de Heleine Fernandes

Heleine Fernandes. nascente. Garupa; Ksal, 2021. nascente é o primeiro livro de poemas de Heleine Fernandes, poeta, professora e doutora em Teoria Literária pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Talvez a leitora tenha sentido algum estranhamento com o parágrafo iniciado em letra minúscula e possa acreditar que se trata de um erro de... Continuar Lendo →

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑