O Feminismo, por Chimamanda

Chimamanda Ngozi Adichie. Sejamos todos feministas. São Paulo: Companhia das Letras, 2015. Sejamos todos feministas é um ensaio que surgiu a partir da adaptação de uma palestra ministrada em 2012 por Chimamanda Ngozi Adichie – escritora nigeriana, autora dos romances Meio sol amarelo (2008), Hibisco roxo (2011) e Americanah (2014). Sejamos todos feministas é uma... Continuar Lendo →

Escrever a raça e o gênero

Publicamos hoje textos de quatro das participantes da Oficina literária LetrasPretas: escrever a raça e o gênero, que realizamos na UERJ, no dia 8 de outubro. ∗∗∗ Inquérito por Bruna Morelli Quando acordei ontem pela manhã, era branca. Mirei minha pele clara no espelho e saí às ruas. Passei despercebida pelos guardas no trem, andei... Continuar Lendo →

Dia da Consciência Negra: incômodas palavras

Nossa postagem-intervenção neste Dia da Consciência Negra traz cinco imagens: cinco mulheres negras, todas estudantes da UERJ, seguram cartazes nos quais há sentenças que dizem respeito à situação de negras e negros no mundo acadêmico. São questões que apresentamos, perguntas que fazemos, afirmações que ouvimos -- incômodas palavras que indiciam o lugar que, como negras... Continuar Lendo →

Semana da Consciência Negra LetrasPretas

Nos dias 5, 6 e 7 de novembro de 2018 realizamos na UERJ a Semana da Consciência Negra LetrasPretas. O evento contou com seis atividades, distribuídas ao longo dos três dias. O evento foi aberto com o minicurso As mulheres Panteras Negras, ministrado pelo professor Henrique Marques Samyn, coordenador do LetrasPretas e pesquisador da história... Continuar Lendo →

Mariana

Essa criança da foto acima é Mariana, minha afilhada. Ela tem 4 anos e é uma criança negra – vocês perceberam, né? Mariana é criada por mulheres negras: a mãe, a vó, a tia e eu. A nossa casa sempre teve a força e a luta matriarcal, e não somos, nenhuma de nós, elementos desajustados... Continuar Lendo →

Uma história de amor e cura

Maya Angelou. Mamãe & Eu & Mamãe. Rio de Janeiro: Rosa dos Tempos, 2018. Maya Angelou (1928-2014) foi cantora, atriz, dançarina, ativista, cineasta, escritora e mãe. Essa mulher inspiradora, que foi uma das maiores ativistas do movimento negro nos Estados Unidos, nasceu com o nome de Marguerite Ann Johnson, em 1928, na cidade de St. Louis, Illinois,... Continuar Lendo →

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑