Um Corpo-Verbo

Thaíse Santana. Mulher-Palavra. Editora Patuá, 2021.

Nascida em São Pedro, periferia de Itabuna, no sul da Bahia, Thaíse Santana é licenciada em Letras (UESC), mestra em Letras (UFV) e doutoranda em Literaturas (UFF). Pesquisadora do GPAfro (UESC/CNPq), em que estuda literaturas de mulheres negras, mora em Sabará, região metropolitana de Belo Horizonte. É professora da rede estadual, atuando na Educação Básica e na Educação de Jovens e Adultos.

Como escritora, Thaíse já participou de algumas antologias literárias, destacando-se os Cadernos Negros 43; além disso, integra os coletivos “Baobá Sabará”, “Preta das Letras” e “Mulherio das Letras”. No instagram, Thaíse divulga textos literários no perfil @literaturademulhernegra e, em seu perfil pessoal, compartilha alguns fragmentos de sua vida-escrita.

MULHER-PALAVRA

Te leio

me reconheço

entre um verso e outro

um silêncio profundo

a palavra pulsa

escrevo

e na contramão do mundo

me alimento de versos

e sonhos.

Em seu livro de estreia, Mulher-Palavra, constituído por 39 poemas, Thaíse Santana reúne poemas produzidos ao longo de 10 anos, no período de 2011 a 2021, divididos em três momentos: “sentir”, “sangrar” e “resistir”. Os textos expressam os sentimentos da autora, desde a infância catando cacau pelos quintais da vida; expressam ainda as dores – das perdas, do racismo – e a resistência da voz poética da mulher negra.

A obra é de uma delicadeza tocante, ao mesmo tempo que nos permite perceber a força da autora que atravessou tantas situações ao longo da vida. No final do livro, Thaíse expõe seu sentimento em relação ao processo de escrita e lançamento de seu primeiro trabalho: “Por muito tempo acolhi o silêncio imposto. O silêncio que calava a Palavra. Há anos vinha escrevendo e guardando. Escrevendo e sangrando. Mulher-Palavra é um sonho antigo tecido no silêncio. Hoje silêncio é linguagem e não mais silenciamento. A minha palavra está liberta para encontrar outras moradas. Visitar outras gentes e alimentar outros sonhos. Mulher-Palavra existe porque negras mulheres alimentaram as minhas bases de coragem. Mulheres iguais a mim, na raça e no desejo de construir outras possibilidades de existência. Minha Palavra é o meu amuleto. Dela faço brotar poesia e também resistência.”.

PARTO

A poesia nasce de mim

das minhas entranhas

das minhas dores

num grito aberto

faço existir

um corpo-verbo

uma palavra-sonho

que se lança

e alcança o mundo

escrever é parir

Eu vi muita força nessa declaração. Ao longo da nossa jornada, somos constantemente silenciadas e desencorajadas a nos impor em determinados ambientes; mas, à medida que nos conhecemos, reconhecemos nossas semelhantes e nos apropriamos da nossa história, somos encorajadas e nos sentimos confiantes para nos abrirmos para o mundo e compartilharmos nossas experiências, nossas vivências, desejos e conhecimentos. E, a partir disso, nossa narrativa inspira, incentiva e liberta outras mulheres. À medida que eu ia avançando na leitura dos poemas, senti que me aproximava de Thaíse. Por se tratar de textos tão íntimos, que relatam experiências, dores e amores, eu tinha a sensação de que ela conversava comigo, relatando suas emoções como quem as compartilha com uma amiga muito querida, de uma maneira muito poética e cativante.

A leitura foi uma experiência prazerosa, de reconhecimento, e despertou um sentimento de cumplicidade. Ah, e vale destacar que o livro é lindo! Não falo apenas da obra da Thaíse, mas da capa e do projeto gráfico – de uma beleza que, na minha opinião, completam muito a experiência de leitura. E, para encerrar, deixo vocês com este belíssimo poema:

RODA ANCESTRAL

Eu sou um corpo

de alma

parida na África

eu sou memória

de gente

perdida na diáspora

eu sou história

girando a roda dos meus

ancestrais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: