Uma biografia em forma de poesia

Luciene Nascimento. Tudo nela é de se amar: a pele que habito e outros poemas da jornada da mulher negra. Estação Brasil, 2021.

Tudo nela é de se amar: a pele que habito e outros poemas da jornada da mulher negra é a obra de estreia da advogada, maquiadora e poetisa Luciene Nascimento. Publicado em 2021 pela editora Estação Brasil, o livro conta com um prefácio assinado pelo ator e escritor Lázaro Ramos, no qual lemos:

Luciene Nascimento é uma explosão em forma de poesia. Foi o que percebi quando tive contato com o seu jeito de compreender a identidade. Ali estavam as questões relacionadas à autoestima, à necessidade de se posicionar ou não, à saúde mental…

No entanto, tudo isso vinha impregnado de algo inédito, absolutamente novo: a voz dela. Que bom que vocês terão contato com as palavras de Luciene. Ela ajuda a criar caminhos.

Conhecida por seus vídeos de pedagopoesia que somam mais de 3 milhões de visualizações na internet, Luciene faz das redes sociais um ambiente para a discussão de diversos temas importantes para a população negra, entre eles, a construção da autoestima da mulher negra. E foi durante o processo de construção da sua própria autoestima, ao passar pela transição capilar, que Luciene nos presenteou com esta bela biografia, que em forma de poesia relata o árduo, mas libertador, trabalho de trilhar o caminho para a construção da autoestima da mulher negra.

Dividido em duas partes, nomeados pela autora “De Dentro” e “Para Fora”, o livro possui uma estrutura totalmente diferente do que se espera de um livro de poesia convencional. Além de poemas, a obra também conta com textos que revelam de onde surgiu a inspiração de Luciene para escrever. Um exemplo disso é o poema “Tudo nela é de se amar”(que deu origem ao nome do livro), que sucede um texto em que Luciene revela seu objeto de inspiração para o livro: a fotografia de uma mulher negra que ela viu em uma revista.

Uma fotografia de fundo amarelo há exatos seis anos foi capaz de me atirar numa experiência de imersão poderosa. Naquele dia, passava distraída os olhos pelas imagens na internet, e a vida me colocou diante daquela cuja existência me atravessa profundamente até hoje.

[…] Quis escrever sobre ela.

Com uma escrita potente, Luciene traduz em versos nossas dores, afetos e lutas diárias. Os poemas traduzem as emoções e vivências de uma mulher negra e todo o racismo e preconceito que sofremos no dia a dia, e como isso tem sido desconstruído lentamente a partir da percepção de como opera o racismo estrutural em nosso país, que ainda é algo constante e velado. Outra coisa que vale a pena destacar é a forma como a autora tornou sua escrita acessível e didática. Escrito em uma linguagem simples, esse é um livro que dialoga diretamente com mulheres pretas, independentemente da faixa etária. Você, leitora, pode dá-lo de presente para sua mãe, sua tia ou para sua avó, tendo a certeza de que elas, enquanto mulheres negras, se reconhecerão na poesia de Luciene e compartilharão experiências similares as dela.

Em suma, Tudo nela é de se amar é um livro extremamente necessário, que precisa ser lido por todos e, principalmente, por mulheres negras!

Para terminar, gostaria de compartilhar com vocês um dos meus poemas preferidos do livro:

É lindo, pretinha, curtinho seu cabelo

Ele cresce, mas encolhe

E é assim mesmo.

– Mas não balança que nem o dela.

Você tem travesseiro. Sorrio; explico:

No ônibus, quando for dormir

Com a cabeça na janela,

É que nem algodão,

Sorte nossa vir assim.

Já sentiu?

Faz assim:

Ponho a mãozinha esquerda dela no meu algodão e mãozinha direita dela no algodão dela.

A gente ri.

– Mas não balança, né?

Mas, pretinha, a gente quer coroa mole para quê?

É firme!

Esse nosso cresce pra cima,

Que é pra indicar o tamanho da nossa sorte.

– Grande, até lá no céu?

Até lá no céu.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: