Por um mundo sem prisões

Juliana Borges. Encarceramento em massa. Pólen, 2019. Autora do livro Encarceramento em Massa, parte da série “Feminismos Plurais” (que tem duas edições: a de 2018, pela editora Letramento, e a de 2019, publicada pela editora Pólen), Juliana Borges é feminista negra, antiproibicionista e antipunitivista. Em 2013, foi Secretária Adjunta de Políticas para Mulheres e Assessora... Continuar Lendo →

Amor e cura em contos de Elizandra Souza

Elizandra Souza. Filha do Fogo: 12 contos de amor e cura. Mjiba, 2020. Filha do Fogo é o primeiro volume em prosa assinado por Elizandra Souza – escritora, jornalista, editora e ativista cultural, a quem já dedicamos um dos episódios do programa de rádio LetrasPretas; de sua produção, já resenhamos aqui o livro de poemas... Continuar Lendo →

Tornando-se “sujeitA”

Grada Kilomba. Memórias da plantação: episódios de racismo cotidiano. Cobogó, 2019. Grada Kilomba é uma escritora, psicóloga, teórica e, além disso, uma incrível artista interdisciplinar - criadora da exposição Desobediências Poéticas, apresentada na Pinacoteca de São Paulo em 2019. Nascida em Portugal, em 1968, hoje vive em Berlim, onde concluiu seu Doutorado com a construção... Continuar Lendo →

Tina Turner em uma história de resiliência

Tina Turner. Minha história de amor. BestSeller, 2019 Tina Turner, nome de batismo Anna Mae Bullok, nasceu em Nutbush, Tenessee, nos Estados Unidos. Dona de uma das vozes mais incríveis do rock’n’roll, de uma escrita sensível e composições carregadas de intensidade, Tina também possui um corpo dançante e, ao mesmo tempo, marcado por traumas, opressões... Continuar Lendo →

Repensando a nossa prática feminista

Audre Lorde. Irmã Outsider: ensaios e conferências. Autêntica Editora, 2019. Irmã Outsider é uma obra cujo título prenuncia as reflexões a partir da perspectiva de alguém que não está dentro dos padrões aceitáveis pela ótica racista e patriarcal das sociedades ocidentais – padrões que a autora da obra, Audre Lorde, chama de “norma mítica”, que... Continuar Lendo →

Ó pa í, prezada!

Carla Akotirene. Ó pa í, prezada: racismo e sexismo institucionais tomando bonde nas penitenciárias femininas. Pólen, 2020. Carla Akotirene é formada em Serviço Social e integra o quadro de docentes da Universidade Federal da Bahia (UFBA), centralizando seus estudos sobre racismo e sexismo institucionais. Também atua na Saúde Municipal, atendendo mulheres vítimas de violência doméstica.... Continuar Lendo →

Programa LetrasPretas: Glória Maria, a repórter pioneira (T3E10)

No último episódio da terceira temporada, as integrantes do LetrasPretas conversam sobre Glória Maria. Repórter, jornalista, apresentadora, Glória quebrou paradigmas ao se tornar a primeira repórter negra a realizar uma transmissão ao vivo e a cores na televisão brasileira. Responsável por cobrir momentos históricos do mundo e entrevistar as grandes celebridades, Glória é uma referência... Continuar Lendo →

Preta e acadêmica

Durante o ensino médio, por fazer parte de turma com foco em concursos militares, eu estudei muita física, química e matemática. Apesar de sempre serem associadas a números, essas matérias também têm uma parte teórica pesada. E, quando estudamos as teorias, também estudamos os homens que as criaram. “Homens, Mahara?? Só homens?? Você não está... Continuar Lendo →

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑