A música como (re)existência

Larissa Ibúmi Moreira. Vozes transcendentes – Os novos gêneros da música brasileira. São Paulo: Hoo editora, 2018. Larissa Ibúmi Moreira é uma historiadora mineira negra, graduada pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (USP), e lançou em agosto de 2018 Vozes transcendentes – Os novos gêneros da música brasileira,... Continuar Lendo →

Programa LetrasPretas: Beyoncé, a revolução (T2E4)

No quarto episódio da segunda temporada do programa LetrasPretas, a equipe formada por Larissa França, Verônica Silva, Cinthia Martiniano, Amanda Lourenço e Henrique Marques Samyn conversam sobre uma mulher que vem revolucionando o mundo da música: Beyoncé. Cantora, bailarina, atriz, produtora e compositora, Beyoncé tem mais de 20 anos de carreira, acumulando sucessos e recordes.... Continuar Lendo →

Por uma Terra cada vez mais Negra

  Cristiane Sobral. Terra Negra. Rio de Janeiro: Malê, 2017. Cada texto escrito, cada obra resenhada, cada livro de autoria feminina negra que eu leio é sempre numa tentativa de resgate – seja da ancestralidade, seja da identidade ou mais um encontro com a negritude. Tudo isso se materializa através da leitura e da escrita... Continuar Lendo →

Programa LetrasPretas: escrevivências de Conceição Evaristo (T2E3)

No terceiro episódio da segunda temporada do programa LetrasPretas, Larissa, Verônica, Cinthia, Amanda e Henrique conversam sobre Conceição Evaristo, uma das principais escritoras da atualidade, premiada e traduzida para diversos países. O programa sintetiza a história e a "escrevivência" de Conceição, abordando como a relação com a literatura remonta à sua infância. Para ouvir o... Continuar Lendo →

Kehinde: a construção da liberdade

Ana Maria Gonçalves. Um defeito de cor. Rio de Janeiro: Record, 2006. Luisa Mahin foi assunto em nosso programa na Rádio Uerj, alguns meses atrás. Trago-a nesta resenha como Kehinde, narradora personagem em Um defeito de cor, de Ana Maria Gonçalves. Como dito em nosso programa, Luisa Mahin segue sendo considerada uma lenda, um mito,... Continuar Lendo →

Ao encontro de uma voz

Angie Thomas. O Ódio que Você Semeia. Record, 2017. Starr Carter é uma jovem de 16 anos que vivia dividida entre dois mundos: O gueto onde morava com a família e a escola que frequentava fora de seu bairro, considerada uma "escola para brancos". Ela convivia muito bem dividindo-se dessa forma; seu maior medo era... Continuar Lendo →

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑