O legado da Rainha Guerreira

Linda M. Heywood. Jinga de Angola: a Rainha guerreira da África. Todavia, 2019. Jinga de Angola: A Rainha guerreira da África é uma obra biográfica escrita pela professora de história e estudos afro-americanos Linda Heyhood. Além de tratar aspectos relevantes sobre a trajetória de Jinga, essa produção revisita a origem do nosso povo e reafirma... Continuar Lendo →

Tina Turner em uma história de resiliência

Tina Turner. Minha história de amor. BestSeller, 2019 Tina Turner, nome de batismo Anna Mae Bullok, nasceu em Nutbush, Tenessee, nos Estados Unidos. Dona de uma das vozes mais incríveis do rock’n’roll, de uma escrita sensível e composições carregadas de intensidade, Tina também possui um corpo dançante e, ao mesmo tempo, marcado por traumas, opressões... Continuar Lendo →

Feminismo nosso de cada dia

bell hooks. O feminismo é para todo mundo: políticas arrebatadoras. Rosa dos Tempos, 2018. Escrita em linguagem simples, didática e acessível, a obra O feminismo é para todo mundo, da escritora bell hooks, vem para dialogar com a sociedade sobre temas que norteiam a vida das mulheres. Ainda que os estudos sobre gênero tenham, em... Continuar Lendo →

Meu cabelo e Eu

Você é ensinada, desde muito nova, a não construir uma relação saudável com seu cabelo. Ele tem um aspecto mais seco, cresce para cima e não desliza entre os seus dedos. “Um verdadeiro bombril”, como alguns dizem. Você cresceu ouvindo coisas como: “prende esse cabelo”, “seu cabelo está precisando de uma boa hidratação, ele está... Continuar Lendo →

À procura da liberdade

Eliana Alves Cruz. Água de Barrela. Fundação Cultural Palmares, 2016. Eliana Alves Cruz, jornalista e escritora carioca, é a autora de Água de Barrela, obra vencedora do Prêmio literário Oliveira Silveira da Fundação Palmares, em 2015, e recentemente reeditada pela Malê. Eliana participou também de várias antologias e coletâneas; recentemente, lançou o romance histórico-policial O... Continuar Lendo →

Por uma Terra cada vez mais Negra

  Cristiane Sobral. Terra Negra. Rio de Janeiro: Malê, 2017. Cada texto escrito, cada obra resenhada, cada livro de autoria feminina negra que eu leio é sempre numa tentativa de resgate – seja da ancestralidade, seja da identidade ou mais um encontro com a negritude. Tudo isso se materializa através da leitura e da escrita... Continuar Lendo →

Cidinha conta Exu

Cidinha da Silva. Um Exu em Nova York. Rio de Janeiro: Pallas, 2018. “Exu é o começo atravessa o avesso, Exu é o travesso que traça o final, Exu é o pau no caule que sobe sozinho que cabe o caminho do além de bem e mal. Dito pelo não dito. Odara é bonito se... Continuar Lendo →

Poética ancestral

Neide Almeida. Nós: 20 poemas e uma oferenda. São Paulo: Ciclo Contínuo Editorial, 2018. Escrito por Neide Almeida e publicado pela Ciclo Contínuo Editorial, o livro Nós: 20 poemas e uma oferenda é um compilado de poesias que trazem como temas norteadores questões referentes à ancestralidade, ao corpo e à negritude. Neide é socióloga, mestra... Continuar Lendo →

Ele não! Ele nunca! Ele jamais!

A poucos dias da eleição, dizer não ao retrocesso se faz cada vez mais necessário. Algumas questões podem nos ajudar a pensar essa regressão na prática: quais as possibilidades viáveis que essa candidatura oferece? Quem será representado e favorecido por meio de Jair Bolsonaro? Será que apenas homens brancos acreditam no discurso dessa ameaça política?... Continuar Lendo →

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑